Oficinas: Desafios da Comunicação

Objetivos: A Escola do Parlamento, em parceria com o Comitê Intersecretarial de Governo Aberto da Cidade de São Paulo – CIGA-SP e com a Secretaria Municipal de Relações Internacionais e Federativas de São Paulo, traz para a Câmara Municipal o Programa Agentes de Governo Aberto. Um ciclo de oficinas que trabalham com os pilares da transparência e dados abertos, da inovação e tecnologia aberta e colaborativa, da gestão participativa e da comunicação em rede e cultura digital, com o intuito de ampliar e difundir conhecimentos e instrumentos para incrementar a participação popular e o controle social no governo local.

Diretor Responsável: Ilza Jorge

Coordenação: Letícia Nery de Figueiredo

Público Alvo: Servidores públicos, representantes da sociedade civil , estudantes e demais interessados.

Local: Sempre na Sala Oscar Pedroso Horta.

 

Vinícius Russo: Ping Hacker

10 e 17/10 – 19h às 21h30

Inscrições: Encerradas.

O Projeto visa difundir a informação e o conhecimento sobre cultura digital com foco no hackerativismo e sua importância no desenvolvimento social, político e tecnológico do Brasil e do mundo.

 

Thalita Archangelo de Oliveira: Análise e divulgação jornalística de dados 

19/10 – 19h às 21h30

Inscrições: Encerradas.

Visando a facilidade de acesso para que a população participe ativamente da esfera pública, a oficina capacitará o participante a analisar e divulgar bancos de dados públicos por meio da linguagem jornalística.

 

Roger de Lima: Zine da Quebrada

24/10 – 19h às 21h30

Inscrições: Encerradas.

A oficina busca conscientizar o participante quanto aos problemas sociais brasileiros, bem como as ações da gestão pública, por meio da técnica do fanzine, introduzindo os participantes à comunicação livre. Através da partilha de experiências vividas na comunidade serão feitos folhetins usando ilustrações, textos e colagens com informações sobre ações culturais e dados do Governo Aberto.

 

Matheus Magalhães: Conto que se conta junto

31/10 – 19h às 21h30

Inscrições: Encerradas.

Numa época onde as fake news ganham projeções internacionais e onde a cada 5 notícias 3 são  falsas, a oficina consiste em levar à população um pensamento crítico sobre os fatos e as notícias veiculadas nas grandes mídias, a partir dos dados abertos disponibilizados pelo poder público.  O cidadão será convidado, a partir de uma linguagem simples e objetiva, a construir seus posicionamentos sobre o cotidiano da cidade tornando agente multiplicador de conteúdo confiável.