Saiba como entrar em contato com a Ouvidoria da Câmara

DA REDAÇÃO

Instituída pela Lei 15.507/11, a Ouvidoria do Parlamento é um canal de comunicação entre o cidadão e a Câmara Municipal de São Paulo. Sua missão é compartilhar informações do Legislativo Paulistano, colaborando para a transparência das ações e para a formação de uma cultura de respeito aos direitos humanos, que promova a cidadania e a democracia.

Clique aqui para visualizar relatórios da ouvidoria

As sugestões, reclamações e observações podem ser encaminhadas à Ouvidoria por meio de formulário ou por um dos canais identificados a seguir. O prazo máximo de resposta é de 10 dias.

A Ouvidoria responde ainda pelas demandas enviadas ao Legislativo municipal com base na Lei de Acesso à Informação (LAI). No Portal da Câmara há uma área específica dedicada à LAI. Os questionamentos com base nessa lei podem ser enviados à Câmara preenchendo-se o formulário.

Veja aqui os relatórios da LAI.

TIPOS DE ATENDIMENTO:

  • WhatsApp – (11) 94153-3277
  • Telefone – 0800-3-226272; horário: das 8h às 19h
  • Pessoalmente – Na Sala da Ouvidoria, na Câmara Municipal de São Paulo,Viaduto Jacareí, 100 – 1º Subsolo – sala 29. Horário: das 9h às 18h
  • Carta- Escreva para Ouvidoria do Parlamento:
    Viaduto Jacareí, nº 100, Bela Vista, São Paulo-SP, CEP 01319-900
  • Internet

One Comment

Elmo Pereira da Silva

São Paulo 2782017. Prezados Senhores (as), colaboradores democratas da Assembléia Legislativa Municipal. Quero deixar meu apelo, pelo fato de ser eleitor no Município Paulistano e votei no candidato representante da minha comunidade que é o Cambuci SP. Ressalto que vou fazer 60 anos e envelheço muito rapidamente nestes últimos 6 anos. Tudo por uma série de fatores que contribuíram para minha vida imperfeita e de trabalho duro no período noturno nestes últimos 18 anos. Estou desempregado, inadimplente, não vejo saída, porque as portas estão fechadas. Nossa classe média media, e, média alta que detém as massas de trabalhadores da cidade de São Paulo. Não programa mão de obra e serviços produzidos por pessoas mais velhas que muitas vezes trabalhadores terceirizados não são remunerados de acordo com as necessidades dos costumes e custo de vida na cidade de São Paulo e adjacências! Tenho visto muita gente chegando de Pernambuco e são empregados em vários postos de trabalho, e muitos nunca elegeu um vereador e um deputado estadual aqui nas eleições. Eu que não sou paulista, vejo que a homofobica atitude não provem das classes superiores. O racismo é contra baianos, e familiares, negros que migraram para São Paulo nas duas décadas de crise entre poderes econômicos, comercial, industrial, cultural, politico de poli partidarismo municipais e estaduais. Sou um democrata cristão e trabalhador. Como encontrar uma fórmula para voltar ao bem estar humano aqui no Cambuci SP. Liberdade de expressão, imprensa livre, ampla e irrestritamente. Democratização populacional hoje amanhã e sempre. DEMOCRACIA, HONESTIDADE, JUSTIÇA, TRABALHO e RESPEITO para todos, independentemente! EPS, internauta brasileiro Windows Phone Microsoft. online! ⚓VALEUUUNNN.

Comentários estão fechados

Veja também