Entidades espíritas ganham homenagens por boas iniciativas

André Moura/CMSP

Solenidade: Espíritas por um Mundo Melhor

MARCO ANTONIO CALEJO
DA REDAÇÃO

“Espíritas por um mundo melhor”. O tema da solenidade da Câmara desta terça feira (24/4) reuniu representantes de entidades filantrópicas de São Paulo para uma noite de homenagens.

O vereador Gilberto Natalini (PV), autor das honrarias, considera esta solenidade como uma forma de divulgar as boas iniciativas. “Eu tenho um profundo respeito pelos espíritas, por isso acho importante fazer este ato respeitoso e de reverência para quem faz o bem aos paulistanos e à humanidade. Os bons exemplos devem ser sempre divulgados. Nós estamos praticando a união das pessoas do bem”, disse o vereador.

Vinte e três instituições foram homenageadas. Entre elas, o Grupo Espírita de Assistência Mediúnica, representado por Afonso Moreira Júnior. “Esta solenidade é uma oportunidade muito grande que nós encontramos na Câmara de mostrar o trabalho filantrópico do espiritismo. A nossa intenção é mostrar o que está sendo feito, para que estas sementes possam se espalhar e servir de exemplo para outras instituições, pessoas e personalidades”, disse Afonso.

A presidente da União das Sociedades Espíritas do Estado de São Paulo, Julia Nezu, disse que “o espiritismo tem um lema chamado fora da caridade não há salvação. Isso significa que não é só ajudar as pessoas necessitadas. Neste conceito de Jesus, nós entendemos que a caridade verdadeira é a benevolência para com todos, é a indulgência com as faltas alheias e o perdão das ofensas”.

Também homenageado, Antonio César Perri de Carvalho, ex-presidente da Federação Espírita Brasileira, considera esta solenidade como um fato marcante. “É um reconhecimento oficial que é feito por uma Câmara de vereadores em função do trabalho que é executado pelas instituições espíritas. Historicamente, temos uma tradição entre as entidades de uma dedicação à comunidade”.

No mês de abril, os espíritas comemoram o aniversário do “O Livro dos Espíritos”, de Allan Kardec. A obra básica da doutrina espírita foi lançada em Paris, na França em 1857.

 

Homenageados

– União das Sociedades Espíritas do Estado de São Paulo (USE)

– Fundação Espírita André Luiz (FEAL)

– Antonio Cesar Perri de Carvalho

– Centro Espírita Caminheiros do Amor (CECA)

– Centro Espírita Luiza de Abreu Andrade

– Livraria Allan Kardec Editora (LAKE)

– Grupo Espírita Manoel Bento (GEMB)

– Núcleo Assistencial Bezerra de Menezes (NABEM)

– Centro Espírita Casa Branca do Caminho

– Sociedade de Estudos Espíritas 3 de Outubro

– Congregação Espírita Maria Benta

– União dos Delegados Espíritas de São Paulo (UDESP)

– Centro Espírita Nosso Lar – Casa André Luiz

– Grupo Espírita Casa do Caminho (GECC)

– TV Mundo Maior

– Rádio Boa Nova

– Antonio Bartolomeu Cruzera

– José Damião

– Joel Beraldo

– José Carlos de Lucca

– Julia Nezu

– Edelso da Silva Jr.

– Centro de Cultura, Documentação e Pesquisa do Espiritismo Eduardo Carvalho Monteiro (CCDPE)

 

Veja também