Audiência Pública para discutir pesquisa sobre mobilidade urbana será dia 25

DA REDAÇÃO

A Comissão de Trânsito, Transporte, Atividade Econômica, Turismo, Lazer e Gastronomia receberá na quarta-feira (25/10) uma Audiência Pública para discutir a pesquisa de mobilidade urbana realizada pelo Ibope a pedido da Rede Nossa São Paulo e da ONG Cidade dos Sonhos. Originalmente, a Audiência ocorreria em 11 de outubro, mas precisou ser adiada.

De acordo com o estudo, a avaliação piorou para o tema “situação do trânsito na cidade”  – que caiu de 3,2 para 2,7 em uma escala de 1 a 10. A nota sobre controle da poluição caiu de 3,5 para 2,8. O mesmo aconteceu em relação à quantidade de faixas de pedestres – que passou de 5,5 para 4,4.

A pesquisa ainda mostra que houve uma piora na avaliação do transporte público, que saiu de 5,1 para 3,8. Em relação ao uso da bicicleta, o estudo revela que 58% das pessoas sentem-se pouco ou nada seguras ao utilizar as ciclovias ou ciclofaixas de São Paulo.

A pesquisa foi feita entre os dias 27 de agosto e 11 de setembro com 1.603 moradores de São Paulo com 16 anos ou mais. A margem de erro é de dois pontos.

A Audiência Pública foi pedida pelo presidente da Comissão de Trânsito, vereador Senival Moura (PT).

O evento é aberto à toda população. 

Serviço

Audiência Pública sobre mobilidade urbana
Data: 25 de outubro
Horário: 12h
Local: Salão Nobre Presidente João Brasil Vita da Câmara Municipal de São Paulo (Viaduto Jacarei,100, Bela Vista)

One Comment

Luiz Carlos da Silva

Oportuna a agenda que exporá os números da Audiência sobre em que condições operam a Mobilidade urbana na cidade de são paulo, acredito que de forma caótica, qualquer outro resultado importara em malefício desqualificativo da pesquisa. Encontro-me no estremo leste da cidade e sempre que preciso me locomover, sinto grande indisposição psicossomática!.. o que falar daqueles residentes em aglomerados urbanos com bem menos infraestrutura viária..!

Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também