Alzheimer é tema de Encontro Temático para Idosos

 

DA REDAÇÃO
Kamila Marinho

A qualidade de vida na terceira idade foi o tema central de mais um Encontro Temático para Pessoa Idosa, realizado na Câmara Municipal de São Paulo, de iniciativa do mandato do vereador Gilberto Natalini (PV), nesta terça-feira, 17/4.

Ao abrir a reunião, o vereador observou: “É preciso envelhecer com saúde. A gente tem muito trabalho nas periferias com os idosos, principalmente na áreas de saúde e lazer. As academias ao ar livre são um exemplo. Hoje são mais de duas mil na cidade de São Paulo”.

Com o público composto por cuidadores de idosos, principalmente familiares que não são da área de saúde e tem um parente doente, o auditório ficou lotado. O tema debatido foi sobre como o Alzheimer  afeta toda a família.

“A gente percebe que esse é o tema que as pessoas têm mais carência. Já que você cuidar de alguém que tem a doença é bastante cansativo. Você precisa também se preservar, dividir tarefas e saber lidar com essa doença de uma maneira que não te afete para não adoecer junto”, explicou Claudia Valoni Silva – Coordenadora do Encontro.

A palestra ficou por conta da doutora do Instituto de Psiquiatria da USP, Tânia Ferraz Alves. A psiquiatra explicou que o segredo do Alzheimer é a prevenção.

“Com o crescimento populacional e o envelhecimento cada vez mais tardio, as doenças ligadas ao envelhecimento vão aumentar. Precisamos aprender a lidar com isso.”

Solange Kazlauskas conta que a avó teve Alzheimer e hoje ela se preocupa que a mãe de 76 anos manifeste a doença. Por isso, ela quer se antecipar ao possível problema e se preparar para um futuro tratamento.

“Foi uma oportunidade de tirar duvidas sobre a demência. A gente que é leiga no assunto perde o chão, porque não sabe como agir”, disse.

Já Luzinete Mota saiu satisfeita do encontro.“Eu fiquei feliz porque descobri que estou agindo de uma forma certa com pessoa de quem eu cuido há sete anos. Agora, o próximo passo é falar com a família que não quer enxergar que a mãe precisa de mais ajuda,” disse a cuidadora.

Veja também